Excursões a fazer
Quinta dos Raposeiros

aves_31_1_600_600-min.jpg
 
MAFRA

Cerca de 50 quilómetros separam o Palácio de São Bento, em Lisboa, do Palácio de Mafra. É por isso muito fácil aproveitar um dia para visitar o concelho que tem como ex-líbris o Palácio Nacional de Mafra. É uma visita quase incontornável para quem passa pela região, nem que seja para admirar o imponente edifício a partir do exterior (e tirar a foto da praxe), mas já que por ali anda, aproveite para conhecer melhor a vila e outras freguesias do concelho. Pode dormir num antigo palácio ou numa pequena aldeia, lambuzar-se com um doce regional, conhecer a etnografia local, abastecer-se de produtos frescos ou explorar uma floresta. Estas são as melhores coisas para fazer em Mafra: https://www.visitlisboa.com/pt-pt/regions/mafra

 
OBSERVAÇÃO DE AVE

 

A observação de aves (observação de pássaros) é uma atividade com cada vez maior número de aptos e curiosos em Portugal, e o concelho de Mafra é um excelente laboratório para quem se dedica a este exercício.

A Tapada Nacional de Mafra é, por excelência, o local onde as aves de maior porte encontram a tranquilidade, o alimento necessário para o desenvolvimento. O destaque vai, entre outras, para Águia-de-Bonelli, o Açor, o Bufo-Real (a maior ave de rapina noturna da Europa) e a Águia-Cobreira, para além de outras 60 espécies de aves pequenas.

Fora do recinto murado da Tapada Real, existem principalmente quatro núcleos de observação:

 

  •     Zonas ribeirinhas de Cheleiros e Carvalhal

 

  •     Vale da Senhora do Ó e Foz do Lizandro

 

  •     Praias a norte da Ericeira, a Praia de Ribeira d´ilhas e Vale de São Lourenço

 

  •     Charneca, mais precisamente na ponta de Messapez, Talefe.



Em todos estes locais existem grande variedade de espécies, como o Maçarico-bique-bique, o Maçarico das Rochas, a Galinha d´água ou a Garça-Branca, para além de uma enorme diversidade de passeriformes (passarinhos). As espécies mais avistadas são águias, falcões, pombos, pica-paus, melros, garças, corujas e gralhas. Merecem destacam-se como aves aquáticas, que na Ericeira são bastante fáceis de observar e mesmo de fotografar.

 

CASCAIS

A cultura sofisticada e elegante de Cascais experimenta-se na rua. No contacto com as suas gentes, em entradas nos monumentos e à mesa dos seus restaurantes.

Na área mais procurada pela antiga realeza europeia para as suas temporadas balneares, experimente o contraste entre as tranquilas praias da Linha e a inspiradora costa do Atlântico. Entre dunas, pinheiros e casas de sonho, Cascais espera por si.

Com um ambiente fantástico e o mar a perder de vista, Cascais é um destino incontornável para quem visita Lisboa. A apenas 20 minutos da capital, recebe todos os visitantes de braços abertos, ciclovias a postos e praias urbanas com espreguiçadeiras que convidam a descansar. Enquanto o ambiente do Estoril é mais boémio e cosmopolita, em grande parte graças ao maior casino da Europa e à animada vida noturna em redor; Cascais é uma antiga vila piscatória e um resort cultural de recreio à beira-mar.

A tradição náutica encontra aqui o melhor palco e a marina e a ciclovia até ao Guincho, bem como as bicicletas disponíveis, permitem um contato privilegiado com a natureza, sem ceder nem um milímetro ao glamour e à urbanidade. Com vários restaurantes de referência e casas de chá com vistas impercetíveis, nada o prepara para o panorama da chegada ao Guincho. A praia mais desejada quando a nortada acalma, com o Cabo da Roca ao fundo e os intrépidos surfistas no mar, é o ex-líbris da vila. Vá ao Guincho correr, passear, apanhar sol, molhar-se à chuva e prepare-se para o vento incansável que torna a zona uma das melhores para a prática de windsurf e kitesurf.

De regresso à vila, não deixe de visitar o Cidadela Art District, integrado no Bairro dos Museus; e aproveite ainda os fantásticos campos de golfe da região. Cascais é ideal para praticar este desporto, já que tem todas as condições climáticas e estruturais para lhe oferecer.

Dez ideias de passeios, lojas de produtos portugueses, almoços em sítios idílicos e visitas a outros destinos do país. E, como não podia deixar de ser, um excelente sítio para descansar:

https://www.visitcascais.com/pt/article/dez-ideias-para-experimentar-a-cultura-de-cascais-e-arredores

LISBOA

​Encontre Lisboa. Uma capital autêntica, onde hábitos antigos e história secular se cruzam com animação cultural e inovação tecnológica: Lisboa não tem idade, mas adora companhia. Como vai poder constatar assim que encontrar alguém que lhe explique, com muitos gestos e repetições, o melhor sítio para ir ouvir Fado. Afinal, Lisboa é famosa pela sua hospitalidade e pela forma familiar de receber os seus visitantes: https://www.visitlisboa.com/pt-pt/regions/lisboa

 

Sintra

Visitar Sintra é como entrar num reino romântico onde palácios majestosos, um castelo de conto de fadas e mansões fascinantes emergem no meio de colinas e florestas exuberantes.

Aqui, a paisagem cultural é de cortar a respiração e é por isso Património Mundial da UNESCO desde 1995.

Localizada a apenas 30 km da capital portuguesa Lisboa, Sintra tem uma beleza única em Portugal e encontrará símbolos únicos do Romantismo, Neogótico e Manuelino. Faça um passeio pela cidade e caminhe até o Castelo dos Mouros ou o Palácio da Pena. Um lugar mais remoto e magico é o convento dos capuchos, não perca!

15 locais que não devem perder quando visitarem o concelho de Sintra: https://www.visitlisboa.com/pt-pt/regions/sintra

CABO DA ROCA

O Cabo da Roca é o ponto mais ocidental da Europa e situa-se em Colares, Sintra.  Recomendamos ir a um café chamado Moinho Dom Quixote. Tem uma vista incrível e bolo de chocolate ainda melhor! A praia da Adraga é o nosso local preferido com um restaurante fantástico para completar o seu dia: https://www.visitportugal.com/en/content/cabo-da-roca

 

Nazaré

A casa da maior onda do mundo. Durante o verão não é grande mas continua a ser um local super agradável para passear um dia: https://www.visitportugal.com/en/node/73770

OBIDOS

Óbidos é uma verdadeira vila medieval saída de um conto de fadas, pequena e preservada. Nesta experiência que pode ser complementada com uma visita ao Buddha Eden, recomendamos no regresso à Ericeira passar por Torres Vedras para provar o típico doce de feijão, o Pastel de Feijão: https://bacalhoa.pt/enoturismo/bacalhoa-buddha-eden

ENOTOURISMO

Provas de Vinhos para os amantes do Vinho…

Selecionamos para os nossos hospedes algumas opções de autênticas experiências portuguesas, incluindo uma pequena visita a ondulantes vinhas seguida de provas de vinhos nas adegas centenária dos nossos parceiros.

 

Quinta de Sant´Ana do Gradil, Mafra

Visita guiada às vinhas da Quinta, a sua adega, sala de barricas, capela do século XVII e loja, com prova de uma seleção de 5 vinhos, brancos & tintos, acompanhado por azeitonas temperadas, queijos regionais e tostas.

Site: https://www.quintadesantana.com/pt-pt/

Casa Santos Lima, Alenquer

A Casa Santos Lima é também o maior produtor de “Vinho Regional Lisboa” e “DOC Alenquer” e nos últimos anos tem sido um dos mais premiados produtores portugueses nas principais competições nacionais e internacionais de vinhos.

Fique a conhecer a Quinta da Boavista e a viagem feita todos os anos pelas suas uvas, “desde a vinha até ao engarrafamento”. Na visita guiada irá descobrir um museu, a adega, sala das barricas e loja, onde poderá comprar os vinhos de excelência a preços exclusivos.
Site: https://www.casasantoslima.com/pt/enoturismo/